Últimas Notícias


31
Jul
O Loteamento Villa Romana, em Flores da Cunha, terá toda iluminação pública em LED

A Olimóveis Urbanismo vem cada vez mais se destacando com projetos de urbanização que vão além do padrão exigido pelas prefeituras e concessionárias.

Com essa premissa também projetou o Loteamento Villa Romana, atualmente em obras, e que está criando um novo bairro para a cidade. O projeto, urbanizado em área de 52,7 hectares, contará com mais de 500 terrenos, e trará, entre outros, um parque urbano em área de mais de 24 mil m², que contará com amplos espaços de lazer, ciclovia e trilhas de caminhada e corrida, quadra poliesportiva e um cenário muito agradável no entorno de um espelho d`água de 6.420 m². Será o primeiro parque urbano público da cidade. 

Agora a empresa anuncia, e já oficializou ao município,  a opção pela substituição em todo o projeto das conhecidas lâmpadas de vapor de sódio pelas inovadores luminárias em LED.

A oficialização aconteceu no dia 30/07/2019 na presença do Prefeito Municipal, Lídio Scortegagna, da Secretária de Planejamento, Ana Paula Cavagnoli, do Diretor da Olimóveis, Alberto Oliveira e dos engenheiros da empresa Gustavo Zanatta e Monique Fiório.

“Essas parcerias e comprometimento da inciativa privada são fundamentais para o crescimento da nossa comunidade. Com esta ação da Olimóveis vamos gerar economia e eficiência na questão de iluminação pública na região de implantação do loteamento. Temos que reconhecer a visão de futuro dos empreendedores, que estão oferecendo para a cidade esta obra com tecnologia de ponta,  a mesma que pretendemos em médio prazo implantar em todos os pontos de luminárias da cidade” destaca o prefeito, Lídio Scortegagna.

Foto: Fabio Carnesella

Cabe destacar que a partir de 19 de dezembro de 2018, através da lei municipal de número 3.404, o município passou a ter como obrigatoriedade o uso de lâmpadas de LED (Light Emitting Diode). Mesmo na condição da aprovação do Villa Romana anterior à publicação da lei que regra a troca, e que nesse caso não obrigaria o projeto a adotar o novo sistema, a empresa optou pela substituição. 

"Nós conversamos e definimos pela troca, apesar da não obrigatoriedade nesse caso, considerando a melhoria técnica e ambiental do sistema LED. O custo é mais elevado, mas existem ganhos posteriores significativos em eficiência, economia de consumo e por consequência a redução de emissão de carbono", ressalta o Eng. Gustavo Zanatta, Gerente de Projetos da Olimóveis.

Conheça algumas vantagens com a alteração das lâmpadas de vapor de sódio para o sistema de lâmpadas em LED:

> O investimento em LED é consideravelmente maior, porém representa uma grande economia com manutenção e com a conta de eletricidade para a prefeitura;

> Lâmpada de LED produz mais lúmens por watt consumido, levando à uma economia de 50% a 80% em relação à custos de consumo e emissão de carbono atmosférico;

> Instalações com lâmpadas LED exigem menor manutenções devido sua maior durabilidade se comparada as lâmpadas incandescentes (como as de vapor de sódio), e maior tempo de vida;

> O sistema LED oferece maior visibilidade e menor poluição visual;

> Lâmpadas LED possuem muita rapidez no acionamento;

> Do ponto de vista ambiental, lâmpadas LED não emitem radiação UV e não possuem mercúrio, substância altamente tóxica encontrada em outras lâmpadas. 

Para além das questões técnicas e econômicas do sistema, a implantação da iluminação em LED tem ganhado destaque também por conta da maior sensação de segurança nas ruas. Como o LED 'espalha' mais a luz, reduzindo regiões escuras, as pessoas acabam ocupando mais as ruas, praças e parques. Há ganhos também de integração à vida da cidade.